GERENCIAMENTO TOTAL DA QUALIDADE NA ENCHEDORA EM LINHAS PET

CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA

Num conceito muito difundido atualmente em linhas de envase de bebidas em PET descartável, as garrafas são rotuladas ainda vazias, e logo na sequência enchidas e tampas, em equipamentos conhecidos como “blocos”. Isso torna a saída da enchedora o último ponto possível de inspeção de cada recipiente indivualmente. A BBULL dispõe de soluções modulares de inspeção, que podem efetuar nesse trecho desde inspeções consideradas básicas, como a inspeção do nível de enchimento, até inspeções complexas como a do ângulo de aplicação da tampa, por exemplo. Um inspetor dotado de uma ponte de inspeção multicâmeras é conjunto mais apropriado para a inspeção da qualidade das tampas em linhas PET, pois identifica confiavelmente a inclinação das tampas e também os lacres parcialmente rompidos, defeito conhecido como “sorriso”, independentemente da orientação dos recipientes. O IMAGE 120 conta com três câmeras, posicionadas em ângulos de 120° entre si, e analisa todo o perímetro da tampa. A análise da cor da tampa também é possível com esse sistema. Caso presente na imagem das câmeras, a inspeção da presença de rótulo pode ser feita sem o auxílio de sensores. Além da inspeção do nível de enchimento, da qualidade do fechamento e da presença de rótulo, outra inspeção é uma grande aliada no controle da produção, notadamente em carbonatados, a do ângulo de aplicação da tampa. Desenvolvido mediante solicitação da CCIL (Coca Cola Industrias Limitada) do Brasil, o sistema de inspeção do ângulo de aplicação da tampa (BBULL IMAGE APA), enxerga as tampas a partir do topo, e identifica o ângulo formado por marcações na tampa e no anel de carga das garrafas. Cada fabricante de tampas tem um intervalo aceitável para esse ângulo, o que garante um ótimo posicionamento e desempenho das tampas. Essa análise é sobretudo importante em linhas que se utilizam de tampas de uma única peça, sem a utilização de vedante. Conheça mais sobre as soluções BBULL aqui.